Fugiu sem pagar KaZantip: funcionários, artistas e fornecedores do festival encerrado no Alqueva reclamam dívida

O promotor do KaZantip, festival que previa um mês de música nas margens do Alqueva, em Moura, mas que durou apenas três dias, fugiu para o seu país, na Suíça, sem pagar a artistas, funcionários e fornecedores.
O CM apurou que três empresas ameaçam partir para via judicial. Um terá recebido um cheque sem provisão. Tal como o CM na altura noticiou, Roland Stach, 50 anos, fechou no dia 23 de Julho as portas do evento, conhecido por ‘festival das orgias’, por falta de licença para venda de comida e bilhetes. Nesse dia, a GNR identificou quatro funcionários por agressões à organização e danos em estruturas.

FONTE: Correio da Manhã

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s