Gratidão pagou-se com rock – São Jorge acolheu na sexta-feira homenagem ao radialista António Sérgio

Xutos & Pontapés encerraram noite de tributo com concerto brilhante em Lisboa.

  Os Xutos & Pontapés ofereceram na noite de sexta-feira, no Cinema São Jorge, em Lisboa, um concerto cheio de energia e emoção, em celebração dos 61 anos que António Sérgio faria nesse dia se ainda estivesse entre nós.
  ‘Som da Frente’, o genérico de um dos mais populares programas do radialista, logo seguido de ‘Esquadrões da Morte’ e ‘1º de Agosto’, abriram de forma perfeita a actuação da banda. ‘Dantes’, ‘Viuvinha’ e ‘Mãe’, todas do álbum ‘1978-1982’, produzido pelo homenageado, recordaram anos da raiva mal contida. “Foi um homem fantástico, que nos acompanhou ao longo de vários anos”, disse Zé Pedro, vestido com uma camisola com o rosto do radialista. “É bom saber que continua na memória de todos nós”.
  Nessa altura, já o público lutava de pé com o pouco espaço que as cadeiras da sala de espectáculos deixava para extravasar a emoção. ‘Avé Maria’, uma das primeiras músicas a serem censuradas no espectro radiofónico, preparou o final do concerto dos Xutos, encerrado com o seminal ‘Sémen’.
  No palco, prestaram ainda tributo ao radialista os Dead Combo, Os Golpes, Linda Martini, Peste & Sida e Moonspell. Presenças relevante e exemplo da diluição de fronteiras entre tendências diferentes e várias gerações de músicos. Nada que tenha sido uma total surpresa: António Sérgio sempre privilegiou a qualidade da música e nunca a idade das pessos.

FONTE: Correio da Manhã

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s