Repórter: Educação Musical (Nós Pimba!)

Quer triunfar na música popular portuguesa? O agente do Emanuel dá-lhe umas dicas.

1 – A VOZ POPULAR
Parece a velha discussão do futebol: o que é preferível: jogar muito bem e empatar 3-3 ou passar o jogo à retranca para ganhar 1-0? Na música, o dilema é semelhante. Vale mais a pena fazer um disco artisticamente muito bom para depois não vender quase nada ou apostar numa vertente mais popular de acordo com o país que temos? Ora, enquanto a maioria dos músicos nacionais se queixa da crise da indústria, os cantores pimba não têm problemas e vão de vento em popa, de concerto em concerto… porquê?
2 – MENSAGEM ENTREGUE
“Num concerto é necessário que o público obtenha tudo aquilo que sonhou assistir naquele dia. Nunca o podemos defraudar”, diz-nos Fernando Alexandre, 34 anos, agente de vários artistas da música ligeira, entre os quais Emanuel (que deu origem à expressão Pimba). Perguntámos-lhe qual era o segredo dos cantores pimba e a primeira lição que retiramos é que neste meio eles estão sempre a pensar no público. Ou seja, interessa mais o destinatário da mensagem do que a mensagem em si.
3  – MODELO ORIGINAL
“Nem todos podem vingar. O Marco Paulo foi o fenómeno da década de 80, o Emanuel esteve no auge nos anos 90 e, mais recentemente, foi a vez do Tony Carreira. O sucesso deve-se ao facto de não serem pimbas, são genuínos e têm uma atitude séria. Os outros como se baseiam na imitação dos fenómenos do momento, não conseguem atingir o sucesso. A originalidade é importante”, alerta Fernando, negando a existência de fórmulas secretas que se apliquem a qualquer cantor em início de carreira.
4 – PRONTO-A-VESTIR
Mas vamos lá a questões concretas e mais palpáveis: existe algum dress code para os cantores pimba? “Na década de 90 instalou-se um género que culminava com a t-shirt colorida e umas bailarinas a acompanhar de botas altas e com saias do tamanho de cintos”, explica o agente, sublinhando que esse não é o caso de Emanuel que é vestido pelo estilista João Rolo.
5 – COISINHA SEXY
Outras das características muito peculiares da música ligeira é a conotação e insinuação sexual de grande parte das letras (Mexe, mexe que eu gosto; Na minha cama com ela; Nós pimba). Será essa uma condição sine qua non para estes artistas brilharem nos palcos nacionais? “Ajuda a passar rapidamente a mensagem para a brincadeira e alegria. Mas se a música for fraquita, não é possível só a letra fazer o sucesso.” Portanto, nada é por acaso…
6 – ADEPTOS FANÁTICOS
Há algo desagradável nesta história dos cantores pimba famosos: eles estão sempre aos beijinhos e abraços a senhoras…errr… entredotadas ou cheinhas e raramente lhes aparece um avião entre as fãs. Tem mesmo que se dar conversa a tanto mulherio? “O Emanuel arranja sempre tempo para estar junto dos fãs, homens ou mulheres. Tem de se falar com eles nem que seja um minuto.”
7 – ESTRADA FORA
  Outro factor incontornável na profissão destes artistas é a vida na estrada. Um cantor pimba deve estar preparado para conhecer todos os buracos das Estradas Nacionais, porque o mais provável é passar o Verão em festas populares. Ou talvez não, como explica Fernando: “Para os artistas que não têm muito sucesso, as festas nas terreolas são vitais porque é ali que têm mercado – os cachets cobrados são baixos ao contrário das festas camarárias, onde se costuma optar pelos artistas de grande sucesso, mesmo sendo mais caros.”
8 – ESCRITA EM DIA
Algo que um músico que se preze não pode descurar é a comunicação e relação com os fãs ao longo da semana, fora dos concertos. “O Emanuel responde, ele próprio, a todas as cartas que recebemos. Eu e as Produções AM (empresa que o agencia) tratamos de todas as outras iniciativas: jantares, fotos dos fãs para o site, informação dos locais dos concertos, a edição do seu jornal trimestral”, revela o agente.

SABIA QUE: A expressão pimba ganhou dimensão por volta de 1994, quando Emanuel, músico então desconhecido, lança a canção Pimba Pimba?

FONTE: FHM

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s